Presença franciscana no Morro da Mariquinha

Na manhã do Domingo, 21 de outubro, a Juventude Franciscana da Paróquia Santo Antônio de Florianópolis, contando com a presença e animação de Frei Vanderley Grassi, OFM, se reuniu para colocar em prática aquilo que nos ensina São Francisco de Assis, quando mostra com sua vida que a missão do cristão está em servir ao próximo em obras de vida e caridade. E foi com este espírito que ousamos alçar novos horizontes quando sob a orientação e fraterna companhia da Irmã Maria Aguiar, do Instituto Sagrado Coração de Jesus, levantamos o primeiro tijolo de muitos outros que ainda virão nesta empreitada – que será a de animar e dar nova vida à comunidade Nossa Senhora Aparecida, que se localiza no Morro da Mariquinha, localidade que assim como tantas outras, vive lado a lado com a triste realidade do tráfico de drogas, que além de retirar centenas de jovens das escolas, leva muitos deles a viverem longe de qualquer paradigma de dignidade humana e, em muitos casos, à morte precoce.
Inspirados pelo espírito que animava a liturgia do mesmo dia, no qual estávamos celebrando o Dia Mundial das Missões, fizemos uma visita de reconhecimento na comunidade, subindo até uma parte do morro, onde a cada passo que dávamos acima, um novo projeto nos era revelado, dentre os quais, os mais latentes referiam-se, de fato, à necessidade de uma presença profética em meio a uma juventude que já não nutre mais esperanças, que cresce diante de uma realidade a qual imaginam que não poderão escapar. Outro passo a ser dado nos foi revelado no momento em que nos deparamos com uma nascente de água abundante, porém sem alguma utilidade, pois a incrível quantidade de água que dali jorrava era toda consumida pela terra suja e poluída.
Destarte, diante dessas e de diversas outras realidades, nosso coração se enche de esperança e desejo de reconstrução, de ser presença franciscana no meio daqueles que hoje sofrem de doenças que vão além da lepra do tempo de Francisco, sofrem de doenças socioculturais, sofrem do preconceito que a sociedade cada vez mais elitizada e elitista produz sobre eles, sentem na pele que o amor não tem sido amado.
Peçamos a Jesus Cristo, grande missionário, irmão nosso e pobre como os pobres, e a São Francisco e Santo Antônio, que nos guiem e nos iluminem nesta caminhada que será cheia de pedras que precisam ser perpassadas sempre com um sorriso no rosto e muita fé.


Paz e Bem!
Por Gabriel B. Paixão
Presença franciscana no Morro da Mariquinha Presença franciscana no Morro da Mariquinha Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 23.10.12 Rating: 5

2 comentários:

  1. Um belo exemplo e um belíssimo projeto que eu vi nascer. É um orgulho fazer parte dessa fraternidade. Deus os abençoe nessa caminhada cheia de pedras, com as quais, juntando uma a uma, vocês podem construir coisas muito belas!!!

    ResponderExcluir
  2. Valeu moçada... estamos juntos... temos muito o que fazer!!!! Pouco ou nada fizemos!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires