6 de março, Dia Nacional do Jufrista


“Portanto, se o Senhor nos chamou a coisas tão elevadas que em nós possam espelhar-se os que deverão ser exemplo e espelho para os outros, estamos obrigados a bendizer e louvar a Deus, dando força ainda maior uns aos outros para fazer o bem no Senhor.”(Testamento de Santa Clara)

Queridos Jufristas de todo este imenso e lindo Brasil,
Paz e Bem!

É novamente nosso dia, dia do Jufrista!
Os motivos para celebrar, comemorar e se alegrar são inúmeros, posso fechar os olhos e me recordar com alegria e satisfação a presença de tantos jovens advindos de tantas partes deste país, dentro da Basílica de Aparecida celebrando os 40 anos da caminhada da JUFRA neste imenso país, afinal essa é uma das imagens mais bonitas que já vi neste período de tantos anos que caminho na Juventude Franciscana; podemos também parar e lembrar os tantos trabalhos e projetos que receberam forma no seio das nossas fraternidades locais na Jornada Nacional dos Direitos Humanos que a cada ano vem nos surpreendendo com a efetividade e a beleza dos trabalhos que vem sendo realizado nas bases, em cada Fraternidade local, passando pelas mãos e pelo coração de cada um dos irmãos e irmãs, esses momentos nos fazem ser mais franciscanos, mais cristãos e mais Humanos, precisamos aperfeiçoar a cada dia, a partir do nosso carisma, a arte de ser "Gente"!
Posso ainda parar e relembrar todos os momentos formativos, nas salas, salões, praças, capelas e casas onde nossas fraternidades sentam para viver a formação, se formar é importante, ao viver nos formamos e só vivemos bem se formos bem formados. Como mensurar a riqueza do aprendizado que cada um de nós recebemos ao formar o nosso círculo em fraternidade e lá vermos brotar lições de vida da boca e do coração de nossos irmãos, acredito que nisso consiste o se formar, o buscar ser melhor, querer fazer ressoar as palavras de Cristo Jesus faladas com o “sotaque” de Francisco de Assis, mas com a nossa voz!
Sei bem das tantas dificuldades que cada uma das nossas fraternidades locais muitas vezes vivem, do quanto algumas coisas são difíceis nesta fase da vida que nós atravessamos, ás vezes falta tempo, outras vezes paciência, muitas são as carências, dúvidas, questionamentos e desafios, também sei o quanto a JUFRA é importante na vida de cada um de nós enquanto seres humanos e que muito maior que as dificuldades são alegrias que a vida Franciscana nos proporciona, seja no encontro com o Irmão, seja no encontro com Cristo por meio da Oração, seja no encontro com o sofredor, e isto motiva, alegra e nos faz melhor, porque sem dúvidas proporciona um encontro real e substancial com um Deus que embora sendo o Senhor do céu e da terra, não encontrou melhor lugar para habitar que o nosso coração e que nos ensina a cada dia a melhor forma de caminhar. Essa força, essa vontade de vencer, esse jeito jovem de superar pelas alegrias e as bênçãos recebidas as dificuldades e privações, isso me faz ser feliz por ser membro da Juventude Franciscana, somos uma juventude forte, vibrante e cheia de força!
Mantenham-se firmes na Oração sincera, profunda e contemplativa, na Formação sólida, galgada na palavra de Deus e nos valores e princípios Franciscanos e na Defesa da Justiça e da Paz, fazendo efetiva a opção preferencial da Igreja, de Jesus Cristo e de Francisco pelos pobres.
Continuemos firmes em nossa missão “de continuarmos a construir uma grande história” e de transformar o mundo em que vivemos do qual “cabe a nós salva-lo ou perdemo-nos com ele!”
Um feliz e abençoado dia do Jufrista, que o Pai Francisco, Santa Clara e Santa Rosa de Viterbo nos ajude para que possamos nos manter firmes e fiéis na vocação e no projeto de vida que um dia nos propusemos viver!

Paz e Bem!

Alex Bastos, OFS/JUFRA
Secretário Fraterno Nacional
da JUFRA do Brasil
6 de março, Dia Nacional do Jufrista 6 de março, Dia Nacional do Jufrista Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 6.3.12 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires