5° dia da novena de Santa Clara

NÃO PERDER O ESPÍRITO DA SANTA ORAÇÃO
Palavra do dia: ORAÇÃO Símbolo: BÍBLIA
Canto (a escolha)

Texto Base – “Clara nos convida a possuirmos o Espírito do Senhor e seu santo modo de operar. Inspirada na Regra de Francisco, propõe esse princípio que exige atender àquilo que, sobretudo, se deve desejar e não extinguir o espírito de oração e devoção. É necessário criar um ambiente adaptado para a vida do espírito, de modo a evitar tudo o que possa prejudicá-la, e favorecer aquilo que ajuda a manter a contínua sintonia com o mesmo Espírito em cada momento de sua vida. Esta sintonia comporta uma contínua comunicação com Deus e é sinal de que a vida não é dividida entre trabalho e oração, mas que o trabalho e a oração são elementos compenetrados entre si e que favorecem a vida de oração e devoção.” (Texto-base da FFB, p. 81).
ORAÇÃO INICIAL (Própria do Ano Clariano)
C- A oração era uma constante na vida de Santa Clara. Suas cartas também expressam isso. Ela rezava pelas irmãs, pela Igreja, pelo mundo. Antes de tudo, rezava com as irmãs. Passava horas da noite diante do Crucifixo, que havia “falado” a Francisco. Confiando no espírito de oração das irmãs, pedia que rezassem por ela também.
VOZ 1 – “Quanto me é possível, também vos suplico no Senhor que vos lembreis em vossas santas preces de mim, vossa serva, embora inútil, e das outras Irmãs que vivem comigo no mosteiro e vos apreciam. Que com a ajuda dessas preces possamos merecer a misericórdia de Jesus Cristo, para gozar junto a vós da eterna visão. Que o Senhor vos guarde. Orai por mim” (1ª. Carta 33-35).
C- As cartas de Santa Clara são como orações, porque Jesus Cristo está sempre presente; é o ponto essencial; é o fio condutor de todas as mensagens que deseja passar. Vamos saborear o texto que segue buscando entrar no coração de Santa Clara e encontrar Jesus Cristo.
Todos - Feliz, decerto, é você, que pode participar desse banquete sagrado para unir-se com todas as fibras do coração àquele cuja beleza todos os batalhões bem-aventurados dos céus admiram sem cessar, cuja afeição apaixona, cuja contemplação restaura, cuja bondade nos sacia, cuja suavidade preenche, cuja lembrança ilumina suavemente, cujo perfume dará vida aos
mortos, cuja visão gloriosa tornará felizes todos os cidadãos da celeste Jerusalém, pois é o esplendor da glória eterna, o brilho da luz perpétua e o espelho sem mancha” (4ª. Carta a Inês 9-14).
Texto Bíblico (Lucas 11, 1-4, 9-13)
LEITOR - “Um dia, num certo lugar, estava Jesus a rezar. Terminando a oração, disse-lhe um de seus discípulos: “Senhor, ensina-nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos”. Disse-lhe ele então: “Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o vosso nome; venha o vosso reino. Dai-nos hoje o pão necessário ao nosso sustento; perdoai-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos àqueles que nos ofenderam; e não nos deixeis cair em tentação (...). E eu vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá. Se um filho pedir um pão, qual o pai entre vós que lhe dará uma pedra? Se ele pedir um peixe, acaso lhe dará uma serpente? Ou se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á porventura um escorpião? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celestial dará o Espírito Santo aos que lho pedirem”. Palavra da salvação. T- Glória a vós, Senhor.
Reflexão
Somos eternos aprendizes na arte da oração. Falar em Clara é ter, diante dos olhos, uma mulher que vivia em contato sereno e constante com o Senhor. Nossos tempos, falam muito de oração. As pessoas apreciam a oração vocal, o canto, rezam com gestos. Temos sempre que prestar atenção: a oração nascerá do coração, do íntimo do interior. Trata-se de caminhar na presença no Senhor. Não bastam preces soltas e gemidos sussurrados. É preciso transformar-se em oração, entrega, dádiva ao Senhor. Caminhamos na presença do Senhor, mas também gostamos de realizar tempos fortes de oração: frequentamos os salmos, penetramos no silêncio, cantamos com alegria a oração que nos ajuda a nos desligar de nós mesmos. Precisamos sempre rever nossa vida de oração.
Como é a minha oração diária? Utilizando o símbolo do dia no espírito de oração, cada participante deverá abrir a Bíblia e ler um versículo.
CANTO ( à escolha)
Oração final - Deus eterno e todo bondade, dai-nos o espírito da santa oração e da devoção. Não permitais que nosso coração se distraia daquilo que é essencial. Só vós sois o sentido da vida e do trabalho, da missão e da evangelização. Dá-nos viver unidos ao vosso amor. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
Benção de Santa Clara - O Senhor todo poderoso vos abençoe; volte para vós os seus olhos misericordiosos e vos dê a sua paz. O Senhor derrame sobre vós as graças em abundância, e, no céu, vos coloque entre seus santos. Todos – Amém
***
Texto seleto
Vós nos ajudais a rever as nossas celebrações: o cuidado com a Liturgia das Horas e com a Eucaristia, enquanto constantemente orientado ao louvor de Deus, deve permitir a quem participa experimentar, através da simplicidade clariana, a graça da presença do Senhor ressuscitado. Deixando-se transformar pelo Espírito e moldar pelo Evangelho, sois mulheres consagradas, que se entregam a Deus. Através do exemplo de Francisco e Clara, vós, irmãs pobres, conservais como a Virgem aquele que contém cada uma e todas as coisas. Testemunhais no silêncio a contemplação do Cristo do Evangelho, amando-o intensamente e imitando suas virtudes. Vós nos narrais, assim, com a vossa vida, aquilo que escutais; aquilo que vedes com os vossos olhos, Aquele que contemplais e que vossas mãos tocam do Verbo da vida.
Continuais a anunciar com a vossa existência, vivendo a dimensão mística, que Deus existe, que Deus é amor. Neste mundo, que parece indiferente a Deus, sois chamadas a serem referência da presença do Mistério que tem o rosto do Pai. Somente buscando com paixão o Cristo e seu Reino é que podemos nos aproximar dos homens e das mulheres de nosso tempo com esperança no coração, conscientes de fazer parte da mesma caminhada. Vós nos fazeis ver a beleza de sentir-nos sempre como pessoas a caminho, que a cada dia comprometem a vida com Deus na história.
Da carta da Conferência dos Ministros Gerais da 1ª. Ordem e da TOR, por ocasião do oitavo centenário da fundação da Ordem das Irmãs Pobres de Santa Clara.
Questões:
O que mais chama sua atenção neste texto?
Rezamos bem? Rezamos? Por onde caminha nossa oração?
5° dia da novena de Santa Clara 5° dia da novena de Santa Clara Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 10.8.12 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires