Encontro Fraterno: Redes Sociais, Imagem Virtual e Franciscanismo


Qual a importância das Redes Sociais no mundo contemporâneo? Até onde nós a usamos e estamos sendo usados por ela? Sabemos usar as redes ao nosso favor?



Em cima dessas perguntas, realizamos um encontro fraterno da Jufra Santíssima Trindade, adaptado do encontro reflexivo da semana de IMMF, para que pudéssemos trocar experiências, problemas e soluções.

DISCUSSÃO DO DIGITAL:


Conversamos sobre as funções do facebook, instagram e whatsapp para cada um, quando e por que usá-los, qual a necessidade de cada irmão e irmã e até onde essas redes nos expõe e às nossas ideias. Falamos também de como podemos gerir o facebook para receber as mensagens mais importantes e relevantes para cada um, evitando ter na nossa linha do tempo mensagens indesejadas, e a possibilidade de criar listas de amigos para poder mandar publicações e compartilhar conteúdos somente para quem deseja.  

Comentamos ainda sobre a importância que pode ter um BLOG para quem gosta de utilizar as redes sociais como um meio de exposição de opiniões e informações relevantes sobre política, economia e sociedade, de forma a facilitar a organização dos assuntos e ter um maior controle do que se publica.

Dentro de toda essa discussão foi interessante trazer um teste da Isto É sobre "Índice de Massa Virtual", nesse vemos o quanto estamos apegados ao meio virtual; além do teste, também é apresentada uma dieta virtual para que quem estiver com alto índice possa regular sua vida sem ser engolido por este abrangente mundo da informação instantânea e nada pessoal.







DISCUSSÃO DO ANALÓGICO:


A conversa foi extrapolada, a partir da canção "O Biruta" do padre Zezinho, para uma conversa sobre Redes Sociais Analógicas.


O Biruta


Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah Ah Oh Oh Oh Oh Francisco Francisco Francisco Francisco ficou biruta Francisco ficou lelé Da cuca da cuca da cuca Francisco conversa com a chuva Conversa com a nuvem Conversa com a neve Francisco conversa com a folha Conversa com o vento Conversa com o sol Se esconde no meio da mata Pra longe da gente e se põe a rezar Às vezes se põe de joelhos Se esquece do mundo e começa a chorar Vai ver que é alguma menina Alguma dondoca de Assis Vai ver que é uma linda donzela Que ele gostou dela mas ela não quis

Até onde percebemos, a apreciação da natureza com nossos próprios olhos em vez de uma câmera de celular é importante, é um jeito de nos conectarmos com a própria criação. Até onde lembramos de compartilhar com nossos irmãos vento, sol, água as nossas alegrias, tristezas e apreensões, até onde os deixamos levar nossas energias para o universo?

Uma das maiores formas de compartilhar é plantando uma árvore, já que colocamos um pouco de nós mesmos nessa planta, em seguida ela vai crescendo e gerando frutos que alimentam animais, os quais levam as sementes para outros locais e assim uma enorme rede é criada.

Existe uma grande rede social analógica, feita com toda a criação ou simplesmente com o contato pessoal. Diferente da internet, pessoalmente podemos compartilhar um abraço, curtir uma risada em vez de uma foto de riso, aproveitar um momento ainda menor do que o instantâneo da internet. Discutimos também, dentro desta conversa, um pouco de como o mundo está, a necessidade de termos um sentido pessoal à nossa vida, de estarmos bem para então compartilharmos o bem.

CONCLUSÃO:


As redes sociais digitais são importantes no dia de hoje para expressar, comunicar e até evangelizar a longas distâncias. Sabendo utilizar as redes com moderação e cada uma com um intuito, elas são grandes ferramentas no mundo fluido e instantâneo. Porém, não podemos deixar que esses meios nos afastem dessa rede social franciscana que é a própria criação, a fraternidade toma forma quando dois ou mais estão reunidos, se encontram e compartilham a própria essência num abraço fraterno.

Encontro Fraterno: Redes Sociais, Imagem Virtual e Franciscanismo Encontro Fraterno: Redes Sociais, Imagem Virtual e Franciscanismo Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 14.11.16 Rating: 5

Um comentário:

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires