Dia de oração pela Criação chama ao respeito pelo próximo


A Igreja Católica celebra, a 1 de Setembro, o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação. A data foi instituída pelo Papa Francisco e tem um sentido ecumênico, já que a mesma é também comemorada pela Igreja Ortodoxa.

O Santo Padre pretende que a celebração do Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação ofereça aos fiéis e às comunidades a oportunidade de «renovarem a adesão pessoal à vocação de protetores da criação», «elevando a Deus o agradecimento pela obra maravilhosa que Ele confiou ao nosso cuidado».

«Como cristãos queremos oferecer a nossa contribuição à superação da crise ecológica que a humanidade está a viver. Por isto devemos, antes de tudo, procurar no nosso rico património espiritual as motivações que alimentam a paixão pelo cuidado da criação, recordando sempre os que creem em Jesus Cristo, Verbo de Deus que se fez homem por nós», explica o Papa.

Francisco alerta que a «crise ecológica» impele a uma «profunda conversão espiritual» e frisa que os cristãos são chamados a uma «conversão ecológica, que comporta deixar emergir, nas relações com o mundo que os rodeia, todas as consequências do encontro com Jesus», citando a encíclica Laudato Sí (217).

Francisco assinalou que partilha «as preocupações pelo futuro da criação» com o irmão Patriarca Ecuménico Bartolomeu, tendo acolhido a sugestão do seu representante, o Metropolita Ioannis de Pérgamo, aquando da apresentação da encíclica dedicada ao ambiente.

Neste contexto ecumênico, desejou que esta iniciativa possa envolver outras Igrejas e comunidades eclesiais e ser celebrado em sintonia com as atividades que o Conselho Mundial de Igrejas promove sobre este tema. A instituição do “Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação” foi comunicada numa carta ao presidente do Conselho Pontifício da Justiça e da Paz e ao presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, respetivamente o cardeal Peter Turkson e o cardeal Kurt Koch.

Aos dois responsáveis Francisco pediu a divulgação da instituição deste dia para que, «em harmonia com as exigências e as situações locais» a sua celebração seja organizada com a participação de todo o Povo de Deus.

“Tempo para a Criação. Rezemos juntos para apreciar e cuidar do dom da criação”

Oferecer orações pelo dom da Criação

“Estamos enfrentando desafios urgentes em termos de degradação ambiental e mudanças climáticas. Encorajados pelas palavras da Encíclica Laudato si, do Papa Francisco, reconhecemos a nossa responsabilidade conjunta”.

“Apelamos a todos os cristãos europeus paróquias, comunidades e todas as pessoas de boa vontade para aderirem ao Tempo pela Criação, a celebrá-lo juntos, em suas tradições litúrgicas e a sustentar a fé cristã comum em Deus Criador. Exortamos todos a oferecer, cada qual em seu redor, orações pelo dom da Criação”, diz a declaração.

 Respeitar a Criação significa também respeitar os seres humanos

“Segundo o Evangelho – observam as Igrejas – a responsabilidade em relação ao meio ambiente não pode ser separada da responsabilidade para com os outros seres humanos: o nosso próximo, os pobres e os esquecidos, tudo num espírito de solidariedade e de amor. Respeitar a criação não significa apenas proteger e salvaguardar a terra, a água e os componentes do mundo natural; consiste também em respeitar os seres humanos que compartilham estes dons e são responsáveis por eles”.

Transmissão ao vivo 

Quinta-feira, 1º de setembro, celebra-se o II Dia Mundial de Oração pela Criação. A Rádio Vaticano transmitirá a cerimônia das Vésperas, presidida pelo Papa, com comentários em português, a partir das 11h55min, horário de Brasília.
Dia de oração pela Criação chama ao respeito pelo próximo Dia de oração pela Criação chama ao respeito pelo próximo Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 1.9.16 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires